fbpx

Facilidade pra venda de leite por pequenos laticínios foi renovado pelo Ministério da Agricultura

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Ministério da Agricultura (Mapa) renovou a autorização que vai beneficiar produtores rurais e pequenas indústrias de leite, que estão com dificuldades de vender a produção de leite, por causa da pandemia do coronavírus que estamos vivendo atualmente. A informação foi divulgada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), no dia 14 de Abril, e o decreto completo pode ser visto nesse link.

A decisão foi publicada no dia 12 de Abril
A decisão foi publicada no dia 12 de Abril

A decisão do Ministério da Agricultura que foi publicada em um ofício circular no dia 12 de Abril, permite que laticínios com o Selo de Inspeção Federal (SIF), possam novamente comprar leite a granel cru (spot) de produtores rurais com selos de inspeção estaduais ou municipais (serviço de inspeção diverso).

A solicitação foi encaminhada pela CNA e outras entidades do setor que integram a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite e Derivados.

Segundo o assessor técnico da CNA, Guilherme Souza Dias, a medida inicial tinha validade até o final de 2020, mas com a finalização desse prazo, foi necessário acionar o Ministério da Agricultura para renovar esta autorização, que agora foi prorrogada até o fim do ano.

“A medida teve grande impacto, especialmente para os pequenos laticínios, durante os primeiros períodos de pandemia, pois garantiu o escoamento e, consequentemente, o abastecimento da população. Em 2021, os benefícios não serão diferentes”, disse ele.

Conforme o ofício, os estabelecimentos sob a responsabilidade do SIF, devem manter registros auditáveis do recebimento para garantir a rastreabilidade da matéria-prima, bem como permitir que sejam constatadas conformidades com os padrões legais vigentes.

Gostou? Conta pra gente!